domingo, 22 de julho de 2018

UFRN abre concurso com 69 vagas para diferentes cargos

As inscrições devem ser feitas de 23 de julho a 20 de agosto.

Por G1 RN
 
A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) abriu concurso público para cargos de técnico-administrativo em educação com um total de 69 vagas, para pessoas com diferentes níveis de escolaridade. As inscrições devem ser feitas de 23 de julho a 20 de agosto.
O edital de número 016/2018 traz informações sobre os cargos de Analista de Tecnologia da Informação, Arquiteto e Urbanista, Bibliotecário-Documentalista, Enfermeiro, Engenharia Civil, Engenharia da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecatrônica, Farmacêutico, Jornalista, Médico/Endoscopia Peroral, Médico/Oftalmologia, Médico/Psiquiatria, Psicólogo Escolar, Técnico em Assuntos Educacionais, Tecnólogo/Formação Secretariado, Tecnólogo/Formação Marketing, Zootecnista, Assistente em Administração, Técnico em Contabilidade, Técnico em Enfermagem e Assistente de Aluno.
Já o edital de número 017/2018 tem detalhes para Desenhista Técnico/Área Comunicação Visual, Desenhista Técnico/Área Webdesigner, Técnico em Artes Gráficas, Técnico em Eletromecânica, Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais e Operador de Luz.
Com provas previstas a serem aplicadas no dia 30 de setembro, o valor da taxa de inscrição do concurso varia de R$ 50 a R$ 80, conforme o cargo. Os interessados devem efetuar inscrição no site do Núcleo Permanente de Concursos (Comperve)

Saeb substitui Prova Brasil e Avaliação Nacional de Alfabetização

Mudanças do Saeb valerão para 2019 e contemplarão todas as etapas de ensino. Saiba o que muda nesse 
processo

Por: Laís Semis
O Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) vai mudar na sua próxima edição. E vai começar já pelo nome. A Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA) e a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc, também conhecida como Prova Brasil) deixarão de existir com essa nomenclatura. A partir de 2019, todas as avaliações externas serão identificadas como Saeb. O que vai marcar as diferenças será a indicação da etapa e das áreas do conhecimento avaliadas.

LEIA MAIS Entenda as competências gerais da BNCC
Outra novidade é que o Saeb passa a incluir também a Educação Infantil, além do Ensino Fundamental e Médio, que já eram avaliados. As aplicações acontecem para turmas de creche, pré-escola, 2º ano, 5º ano, 9º ano e 3ª série do Ensino Médio. O 3º ano do Fundamental, que era coberto pela ANA, deixa de ser avaliado. Essa mudança acontece por causa da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que estabelece o fim do ciclo de alfabetização no 2º ano e não mais no 3º.
A Educação Infantil também passa a ser avaliada a partir do próximo ano. Crédito: Elza Fiuza/Agência Brasil
A ANA e a Prova Brasil, aplicadas no Ensino Fundamental e Médio, exploravam Língua Portuguesa e Matemática. Já na próxima edição, o 9º ano deverá também contemplar as áreas de Ciências da Natureza e de Ciências Humanas no escopo do teste.

LEIA MAIS Educação Infantil ganhará avaliação nacional
As frequências e os anos de aplicação também sofrem alterações. A partir de 2019, todas as avaliações da Educação Básica serão aplicadas em anos ímpares, e a divulgação dos resultados acontece nos anos pares. Até então, cada uma era aplicada de acordo com diretrizes específicas. A ANA, por exemplo, tinha uma frequência anual, enquanto a Prova Brasil era bienal.
Haverá ainda aprimoramento nos questionários e plataformas do Saeb, além da revisão das matrizes de avaliação. A última revisão ocorreu em 2001. “O novo Saeb moderniza a sua arquitetura para acoplar aos resultados de desempenho dos alunos uma análise dos fatores associados a esse desempenho”, disse Maria Inês Fini, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Saeb. De acordo com Maria Inês, isso vai permitir que gestores e equipes técnicas das secretarias de Educação compreendam o resultado do desempenho dos alunos no contexto real e social onde ele ocorre.
"Estas mudanças estão dentro do compasso da avaliação educacional do cenário mundial. Além deste aspecto, o novo Saeb ampliará a produção de evidências, o que impacta diretamente em uma gestão com melhor planejamento", disse o ministro da Educação, Rossieli Soares, durante a coletiva que anunciou as alterações. As medidas valem para escolas públicas, mas qualquer escola particular que ofereça as etapas avaliadas podem aderir ao teste.
Ainda em 2018O Inep deverá validar ainda neste ano as matrizes de referência de Linguagens, Matemática e Ciências levando em consideração a BNCC. Além disso, o Inep deve publicar as novas matrizes de avaliação, que valem para a edição 2019 da prova.
As matrizes do Ensino Médio deverão ser revistas após a aprovação da BNCC da etapa de ensino. Crédito: Arquivo/Agência Brasil
Para as futuras edições, o órgão já estuda possibilidades de aferição de habilidades socioemocionais, a revisão das matrizes avaliativas do Ensino Médio (após a aprovação da BNCC dessa etapa) e a possibilidade de uma autoavaliação para diagnosticar e intervir em temas como clima escolar e Educação especial.

CULTURA & ARTE NA ESCOLA FILOMENA DE AZEVEDO




Escola de Música inscreve para cursos técnicos

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Escola de Música, está com inscrições abertas para os seguintes cursos técnicos: canto, processos fonográficos, instrumento e regência.

Serão ofertadas 107 vagas de acordo com o quadro demonstrativo das modalidades das vagas, disponível no edital. Desse total, 50% das vagas são destinadas para os candidatos que cursaram, integralmente, o Ensino Fundamental em escolas públicas.

As inscrições são realizadas por meio do site do Núcleo Permanente de Concursos (Comperve) e estão disponíveis até 6 de agosto. A taxa de inscrição para participação é de R$ 30.

Link do edital:

http://comperve.ufrn.br/conteudo/musica/tecnico2019/documentos/edital_20180625.pdf

Link da inscrição:

http://comperve.ufrn.br/conteudo/musica/tecnico2019/inscricoes.php

CONSED REPERCUTE MATÉRIA SOBRE CORDEL DE ALUNOS DA ESCOLA ESTADUAL PREFEITO JOSÉ DO CARMO


Vídeo onde estudantes recitam o cordel foi selecionado para participar de campanha

Estudantes do 7º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Prefeito José do Carmo dos Santos, localizada no município de Santo Antônio, no Rio Grande do Norte, produziram um cordel inspirado no tema da campanha “O Brasil que eu quero”. A declamação do texto, que conta com 25 estrofes, foi gravada em vários locais da cidade e um trecho do vídeo foi exibido na programação da emissora que promove a campanha.
  A ideia de produzir a obra, intitulada “O Brasil que eu quero para o futuro”, partiu da professora Liana Lemos e faz parte das atividades da disciplina de língua portuguesa da escola, que oferece ensino em tempo integral para os estudantes. O texto foi escrito por 27 alunos, que foram divididos em duplas e cada uma escreveu cerca de 6 versos.
“A escola estava trabalhando o tema “cidadania” em sala de aula. Como eu já utilizava o cordel, decidimos unir as duas coisas. Nós nos inspiramos na campanha e começamos a escrever. Eu dei o primeiro verso e deixei eles continuarem” explicou a professora.
  Para Miguel Rosa, diretor da Diretoria Regional de Educação e Cultura (DIREC) na qual a escola está jurisdicionada, a seleção da produção dos estudantes para a campanha é uma forma de reconhecimento do trabalho pedagógico desenvolvido nas escolas que ofertam a modalidade de ensino em tempo integral. “Essa visibilidade é fruto de um trabalho longo que vem sendo realizado nas nossas escolas. É muito gratificante receber esse reconhecimento da sociedade”, comentou.  
  A escola promoveu o lançamento do cordel durante uma aula da disciplina e distribuiu 300 exemplares para a comunidade escolar. A aula contou com a participação de dois cordelistas da Casa do Cordel que são nascidos no município de Santo Antônio.
Para a professora Liana, esse é apenas o começo.  “Nós já fomos convidados para apresentar o nosso projeto em outras escolas da comunidade. Isso é maravilhoso, pois mostra o quanto esses alunos são capazes”, concluiu. 

Meio milhão de professores do Ensino Médio estão convidados para discutir a Base


2 de agosto foi a data escolhida pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação – Consed, para promover um Dia D de discussão da BNCC para o Ensino Médio. Mais de 28 mil escolas públicas e particulares de todo o país estão sendo convidadas a participar, envolvendo 509 mil professores na avaliação da proposta da Base que está em análise pelo Conselho Nacional de Educação - CNE.
A secretária de Educação do Mato Grosso do Sul e presidente do Consed, Cecilia Motta, destaca que o objetivo da ação é realizar uma grande consulta pública sobre a Base e receber sugestões de melhorias. “Vamos perguntar aos professores se as competências e habilidades presentes na proposta tem clareza e pertinência. Também queremos saber se eles enxergam a presença de todos os componentes nessas habilidades”, finalizou.
O Dia D será promovido nas próprias escolas. Cada uma delas deverá reunir o corpo docente do Ensino Médio para a realização de cinco atividades. A principal delas é o preenchimento do formulário de avaliação da BNCC. Nesse momento, de acordo com a atividade proposta, os professores serão divididos por áreas de conhecimento, para analisar as competências e habilidades da sua área.
Para a mobilização das escolas estaduais, as secretarias de Educação dos estados e do Distrito Federal farão reuniões prévias com suas equipes e orientarão as unidades de ensino por meio das diretorias regionais. As grandes redes particulares também estão sendo acionadas pelo Consed para se engajarem na discussão. O Conselho dos Fóruns Estaduais de Educação também é parceiro do Consed na iniciativa.
Todos os materiais de apoio estarão disponíveis no site http://diadensinomedio.consed.org.br. O resultado da consulta pública será encaminhado ao CNE.

III FÓRUM DO TRANSPORTE ESCOLAR



Público: Gestores escolares, Conselho Escolar, Comunidade escolar e Secretários Municipais de Educação.

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O PROGRAMA JOVEM EMBAIXADOR 2019


LICENÇAS PRÊMIOS CONCEDIDAS PELO GOVERNO DO RN




segunda-feira, 16 de julho de 2018

FORMAÇÃO DO PNAIC



No dia 14/07/2018 ocorreu a nossa formação do PNAIC na 3ª. DIRED, no período das 08h às 17h. a formação com a participação de professores alfabetizadores, coordenadores pedagógicos e articuladores do Novo Mais Educação.
Durante o dia os participantes através de caderno de registro, atividades vivenciais, jogos, gênero textuais, fotos, vídeos, cantinho leitura, vivenciaram atividades que apresentam Boas Práticas, e passam a contribuir nas suas respectivas escolas com o  fortalecimento das práticas pedagógicas.

Estudantes do interior potiguar fazem cordel com tema 'O Brasil que eu quero'

Com 25 estrofes, obra foi produzida por 30 alunos do município de Santo Antônio

Por G1 RN
 
Estudantes do interior potiguar criam cordel sobre 'O Brasil que eu quero' (Foto: Divulgação )

Quero um Brasil no futuro, onde possa haver respeito, com mais políticos corretos, do presidente ao prefeito". Esse é um trecho de cordel feito por alunos de uma escola estadual em Santo Antônio, município da região Agreste potiguar. Inspirado no projeto O Brasil que eu quero, a obra conta com a participação de 30 estudantes, que, além das rimas, fizeram vídeos em vários locais da cidade declamando os versos. Um trecho do cordel gravado em vídeo foi exibido no Jornal Hoje deste sábado (14).
Intitulado "O Brasil que eu quero para o futuro", o cordel tem 25 estrofes, que foram produzidas, cada uma, em duplas por estudantes de uma turma do 7º ano do ensino fundamental. O lançamento da obra aconteceu nesta quinta-feira (12), com 300 exemplares distribuídos na comunidade escolar.
A ideia de produzir o cordel surgiu através da professora de língua portuguesa Liana Oliveira, de 56 anos. Ela decidiu apresentar o gênero textual de maneira prática e criativa para estudantes da Escola Estadual Prefeito José do Carmo dos Santos, conhecida como Caic.
"A gente estudou os conteúdos sociais que estão em debate em nosso país, como política, desigualdade social e meio ambiente. Depois, tendo como base os vídeos do projeto O Brasil que eu quero, fizemos as produções textuais e gravações com versos e rimas", conta a professora, que atua na educação há mais de 30 anos.
"Porque está faltando muita comida na casa das pessoas", explica Pedro Henrique, de 12 anos, sobre o motivo de abordar em sua estrofe a falta de alimento em lares brasileiros: "Quero que o povo saiba votar, pra mudar a situação, e que na casa do povo, não falte arroz nem feijão", diz o trecho.
Confira abaixo vídeos feitos pelos estudantes:
https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/estudantes-do-interior-potiguar-fazem-cordel-com-tema-o-brasil-que-eu-quero.ghtml
Estudantes declamam trechos de cordel baseado no projeto "O Brasil que eu quero"
FONTE: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/estudantes-do-interior-potiguar-fazem-cordel-com-tema-o-brasil-que-eu-quero.ghtml

Alunos de Escola Pública são Repercussão Internacional!

O filme reproduzido pelos alunos, baseando-se pelo filme "Singularidade", segue o link: https://www.youtube.com/watch?v=vTg7a... é repercussão internacional! Os atores Julian Schaffner (Andrew) e Jeannine Wacker (Calia) respondem ao trabalho produzido por estes estudantes da Escola Estadual Profª Ocila Bezerril, Montanhas, Rio Grande do Norte, Brasil.
Os alunos da 2ª série "A" fizeram a reprodução da cena do sequestro,do filme Singularidade. Trata-se de um filme pós apocalíptico, em que, um casal, um androide e uma humana, se apaixonam em meio a tantas dificuldades.

FONTE: https://www.youtube.com/watch?v=vTg7ai7F5Bw

SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PARTICIPA DO #QUEROAPRENDER



No último sábado dia 14/07/2018, a 3ª. DIREC através do diretor Miguel Rosa Filho,  dos alunos e equipes gestoras das dezoito cidades jurisdicionadas, receberam em Santo Antônio/RN a Secretária de Educação Cláudia Santa Rosa, que foi recepcionada com a apresentação cultural da estudante Laoany da Escola Estadual Alexandre Celso Garcia, que tocou algumas músicas n teclado.
Na ocasião, estavam acontecendo os aulões do Programa #QUEAPRENDER que incentiva os alunos que vão realizar as provas do ENEM 2018  a se dedicarem cada vez mais. Os alunos foram contemplados com as camisetas do programa e a secretária num gesto simbólico entregou uma camisa a um dos  estudantes. O programa também oferece o material didático escrito e on-line, além de transporte e lanche.
O evento vem ocorrendo conforme o calendário e tem assistência da 3ª. DIREC através das técnicas Edicelma e Sônia; e os diretores de escolas têm-se empenhado para levar seus estudantes, que somados totalizam um número relevante como consta das fotografias.


INFORMES



Formação em LIBRAS



O diretor da 3ª. DIREC – Professor Miguel Rosa e a Técnica Filomena Araujo, participaram da Solenidade de Formação de mais duas turmas em LIBRAS que aconteceu no último dia 12/07/2018, totalizando 33 formandos. O grupo de formandos era composto por profissionais da rede pública estadual e municipal das escolas jurisdicionais à 3ª. DIREC, além da participação de estudantes dessas escolas e de seus familiares.  O Instrutor de Libras foi o professor Jailson Xavier, como sempre realizando um excelente trabalho junto aos estudantes, familiares e profissionais da educação que buscam inovar e inserir cada vez mais pessoas com surdez no universo da educação de qualidade.


A literatura infantil na Escola Estadual Professora Maria Augusta da Trindade


Escola Estadual Professora Maria Augusta da Trindade, através da equipe  gestora e dos professores, vem promovendo o contato com a literatura infantil  e fazendo com que os alunos despertem o gosto pela leitura, além de estimular sua criatividade e imaginação. Nossa escola possui um acervo literário bem diversificado, onde é possível encontrar livros adequados para crianças de 6 a 12 anos. Em sua rotina de sala, os professores destinam um tempo todas as semanas para que os alunos possam escolher um livro para ler.

FONTE: https://escolamariaaugustadatrindade.blogspot.com/2018/07/a-literatura-infantil.html

LICENÇAS PRÊMIOS CONCEDIDAS PELO GOVERNO DO RN


FONTE: http://adcon.rn.gov.br/ACERVO/SEARH/DOC/DOC000000000183289.PDF

Edital Prêmio Cine RN 2018



FJA/TI16 Jul 2018 13:41

SOBRE O EDITAL

O ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, por intermédio da FUNDAÇÃO JOSÉ AUGUSTO, torna público, para consulta pública, o EDITAL PRÊMIO CINE RN 2018, que regulamenta o processo de inscrição e seleção de projetos voltados ao segmento audiovisual, em conformidade com os preceitos da Lei Federal nº 8.666/93 de 21 de junho de 1993.

Arquivos relacionados

 




Mais informações:

Fundação José Augusto
Pinacoteca Potiguar
Telefones: (84) 3211-7056 / 3232-5304
E-mail: Fale conosco

FONTE:
http://www.cultura.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=183467&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA

Convocação de professores temporários

A edição do último sábado (14) do Diário Oficial do RN trouxe a convocação de candidatos aprovados no Processo Seletivo Simplificado para composição de cadastro de reserva para contratação de Professor Temporário, referente ao Edital 001/2017- SEEC/RN.
Os documentos obrigatórios, bem como exames clínicos exigidos e local da junta médica estão no edital de convocação. 
Clique aqui e baixe a publicação do Diário Oficial do RN.
FONTE: http://www.educacao.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=183464&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Alfabetizando com letras móveis


 A Escola Estadual Professora Maria Augusta da Trindade, promove a alfabetização de seus alunos através de letras móveis e justifica que "O processo de alfabetização deve acontecer por meio de atividades diversificadas. Dentre os recursos alfabetizadores que pretende-se focar nesse post são as letras móveis. Esse tipo de letras fornece para as crianças várias possibilidades, de forma que elas utilizam as letras que mais se adequam a sua hipótese de escrita."

Fonte: https://escolamariaaugustadatrindade.blogspot.com/2018/07/alfabetizando-com-letras-moveis.html